<body marginwidth="0" marginheight="0" topmargin="0" leftmargin="0"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d3859208\x26blogName\x3dO+Dedo+do+Quevedo%C2%AE\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://quevedo.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://quevedo.blogspot.com/\x26vt\x3d566132462789632748', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>


Selo de Qualidade
Pegue o seu

caso tenha sido premiado


Powered By Blogger TM

Diretorio 100% brasileiro



No casamento dois corpos se tornam um.
Com a morte do consorte, um torna-se meio.
A metade boa do casal Cardoso foi-se, deixando na Terra a parte da bravata e das concessões escandalosas.

***



O Ministério da Saúde trabalha para o bem-estar do cidadão. Agora quem quiser mudar de sexo é só procurar atendimento do SUS. Se o sujeito estiver com pneumonia ou com dengue, talvez não seja atendido. Mas é vida que segue. O que importa é a identidade sexual de cada um.
Se o indivíduo chegar acidentado e precisar amputar a perna, talvez não encontre atendimento, pois o médico pode estar amputando o pinto de algum(a) cidadã(o) colorida(a).

* * *

Mega-projeto brasileiro. Inundações e energia produzida após enormes obras. Índio quer apito e o pau já comeu. Munidos de facões, inocentes indígenas brasileiros agrediram engenheiro que fora explicar a construção de barragens de hidrelétricas. Rompendo com a imagem do ideal romântico de Gonçalves Dias e José de Alencar, Juca-Pirama e Peri quase deceparam o braço do bacharel, empunhando a revolta de quem perde a sua mina de ouro pro Estado (se já não bastasse o IR da classe média). Como diz Pietro Ferrazini - consultor ambiental e jasuíta de plantão: 'indio é selvagem, mas não é besta'

* * *


uma foto que resume as duas postagens.

***